Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Vida e Flores



Sexta-feira, 15.08.08

Esteva

A esteva (Cistus ladanifer) é uma espécie de planta com flores da família Cistaceae. (Nome comum: Esteva; Estêva; Ládano; Lábdano; Roselha; Xara).

É nativa da parte ocidental da região mediterrânica, crescendo espontaneamente desde o sul de França a Portugal e no nordeste de África. O nome do género da esteva - Cistus - tem a ver com o facto de os seus frutos serem cápsulas globosas com 7 a 10 compartimentos. Etimologicamente vem do grego "ciste", que significa caixa, cesto.

É um arbusto que atinge 1-2,5 m de altura e de largura. As folhas são persistentes, lanceoladas, com 3-10 cm de comprimento e 1-2 cm de largura, verde escuro na face superior e mais claro na inferior. As flores têm 5-8 cm de diâmetro, com 5 pétalas brancas finas, normalmente com um ponto vermelho a castanho na base de cada uma, rodeando os estames e pistilos amarelos. Toda a planta apresenta-se recoberta com um exsudado de resina aromática.

Fonte Wikipédia

Brancas
Esta planta se encontra nas Serras Algarvias,sobretudo nos solos pobres,não calcários È um arbusto que chega atingir dois metros de altura,resistente a temperaturas extremas e a longos periodos de seca

Rosa

Autoria e outros dados (tags, etc)

por maripossa às 18:17

Terça-feira, 12.08.08

Sempre-Vivas

Cerca de duas mil pessoas vivem exclusivamente do extrativismo dessa planta e, contraditoriamente, a Sempre-viva, que são flores que podem durar até 50 anos, mas, por ironia, hoje se encontra ameaçada de extinção. As Sempre-Vivas existem nas cores: Flores de cor brancas, flores de cor carmim, flores de cor creme, flores de rosada e rosa com brilho. São chamadas por esse nome, Sempre-Vivas, porque são capazes de manter as cores e o aspecto vivo mesmo depois de secas.

 

As Sempre-Vivas, são apropriadas para arranjos de folhas secas, bastante adequadas aos métodos tradicionais de secagem. São poucos os requisitos necessários, elas precisam ter atingido sua tonalidade definitiva, sem que tenham aberto na sua totalidade. Logo depois que ocorre o desabrochamento das flores, elas são cortadas e colocadas, viradas ao contrário e suspensas, em local arejado e escuro, para que seque, para que, posteriormente sejas utilizadas em decorações e arranjos de flores no estilo ocidental, ou como Ikebana e Feng Shui.


Autoria e outros dados (tags, etc)

por maripossa às 20:08

Sexta-feira, 01.08.08

Begónias

Begónias (ou begônias) são plantas do género Begonia, família Begoniaceae. São, de maneira geral, plantas ornamentais de folhagem característica, e ocasionalmente flores atraentes. Estimativas apontam para cerca de 1000 espécies de begónias. O Angiosperm Phylogeny Group aponta para a cifra de 1400 espécies, o que faz do género Begonia um dos 10 maiores do grupo das angiospermas.

 

As begónias provêm principalmente da América tropical, de florestas húmidas ou nichos de humidade das savanas, com muitas espécies epífitas ou rupícolas, embora a maioria seja terrestre. Algumas espécies apresentam tubérculos subterrâneos que as mantêm vivas por muitos anos, embora a parte aérea normalmente pereça no fim de cada ciclo anual. As assim chamadas "begônias tuberosas" são apreciadas por serem plantas duradouras, que podem ser armazenadas em forma de tubérculos fora da terra durante algum tempo para rebrotar na época apropriada. Outras begônias, mesmo sem tubérculos, podem se tornar espécies bastante longevas, sobrevivendo por décadas mantendo seu viço. Quase todas as espécies se propagam por meio de rizomas.

Fonte wikipédia

Amarelas

Rosa

Autoria e outros dados (tags, etc)

por maripossa às 19:22


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Agosto 2008

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31